Advogado de Mariana Ferrer mostra indignação com sentença que inocenta André Aranha: “Há provas acachapantes”

Segundo o advogado da digital influencer, o processo está marcado por “falhas”.

ANÚNCIOS

O caso de Mariana Ferrer despertou muita ira e gerou muita polêmica em todo o Brasil. A sentença foi dada pelo juiz Rudson Marcos, que inocentou André de Camargo Aranha e declarou como “estupro culposo”, ou seja, o empresário violentou a jovem sem ter intenção de violentar.

Tal sentença vem sendo contestada pelos mais diversos setores da sociedade brasileira. O caso voltou a ganhar força após imagens do julgamento de André se tornarem públicas através do site ‘The Intercept Brasil’.

No vídeo é possível ver como Mariana Ferrer foi humilhada e tratada como se tivesse pedido para ser violentada pelo advogado de defesa do empresário, Cláudio Gastão da Rosa.

ANÚNCIOS

Gastão usou palavras chulas, afirmou que jamais teria uma filha do nível de Mariana, duvidou que a jovem era virgem em “pleno século XXI” e diante do pranto desesperado da vítima fez piada, “agora vem com estas lágrimas de crocodilo”. Em nenhum momento o juiz, o promotor do caso e demais pessoas que participaram do julgamento interromperam os ataques do advogado à vítima.

Nas redes sociais, em protestos que estão acontecendo em todo o Brasil, ecoa o pedido de Justiça para Mariana Ferrer. O advogado da jovem, Julio Cesar Ferreira da Fonseca, que assumiu a defesa de Mariana Ferrer, afirmou que existem “provas acachapantes” para que André seja condenado pelo crime de estupro.

Em entrevista concedida ao portal de notícias online “UOL”, Julio Cesar afirmou que o processo foi recheado de “falhas”. Diante deste cenário, ele já entrou com uma apelação que pede a anulação da sentença, protocolada há cerca de um mês no TJ-SC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina).

Foto do autor
Fabiana Batista
Jornalista digital, experiência em criação de conteúdo informativo e imparcial. Verdade e liberdade de expressão são essenciais na vida do cidadão.

Publicado em: