PUBLICIDADE


Ainda não acabou: chegada da ‘segunda onda’ da Covid-19 deixa o mundo em alerta

Muitos países que já haviam controlado a pandemia agora voltam a registrar novos casos de infecção pelo coronavírus.

Vários países estavam comemorando a redução no número de novos casos do novo coronavírus quando se depararam com uma triste notícia: uma nova escalada em casos de Covid-19, o que acendeu o sinal de alerta.

PUBLICIDADE


No Reino Unido a nova média de casos diários é quatro vezes maior do que vinha sendo registrado no mês de julho e especialistas acreditam que a tendência é de que o número de infectados continue aumentando, já que o isolamento social não tem sido respeitado como antes.

A temida chegada de uma nova onda da Covid-19 a países que já estavam com a pandemia sob controle é uma péssima notícia para aqueles que pensaram que a vida finalmente começaria voltar ao ‘normal’ ou ao menos próximo ao que era.

Apesar dessa ‘segunda onda’ da doença, ainda tem quem seja mais otimista e acredita que desta vez não serão registradas aquelas cenas dos hospitais lotados e faltando leito para os doentes em estado grave.

PUBLICIDADE


A comunidade científica vem debatendo essa ‘segunda onda’ da Covid-19, mas o que todos os cientistas aconselham é que o distanciamento social não seja relaxado e o uso das máscaras de proteção facial não seja deixado de lado.

Matt Hancock, secretário de Saúde do Reino Unido, pediu à população mais jovem para não matarem seus avós e procurarem se proteger mais.

PUBLICIDADE


Johathan Van-Tam, chefe médico interino da Inglaterra, afirmou que essa ‘segunda onda’ é de ‘grande preocupação’ para todos e já determinou que reuniões com mais de seis pessoas não serão mais permitidas, independente de ser em locais abertos ou fechados.

 

Autor