PUBLICIDADE

Amigo revela que Jairinho sempre teve preferências para mulheres bonitas e com filhos; vereador namorava sempre duas

Um amigo contou sobre o perfil de Jairinho.

Jairo Souza é o vereador e médico que está preso por ter envolvimento na morte do menino Henry Borel, morto aos 4 anos de idade. A principal suspeita é que ele tenha matado o menino.

PUBLICIDADE

Henry Borel chegou ao hospital já sem os seus sinais vitais. E seus últimos momentos foram passados no apartamento em que ele morava com a mãe, Monique Medeiros, e com Jairinho. Um laudo realizado pelo IML (Instituto Médico Legal) apontou que a causa de sua morte foi uma hemorragia interna, causada por diversas lesões gravíssimas.

Primeiramente, Monique havia dito que se tratava de um acidente doméstico, mas isso foi descartado e revelado através de um laudo complementar que se trata de um homicídio.

Jairinho se formou em medicina no ano de 2004, através da Unigranrio. Apesar disso, ele jamais exerceu a profissão e seguiu carreira na política, como o seu pai.

PUBLICIDADE

Um colega de faculdade de Jairinho contou que o vereador sempre teve um perfil para a escolha de mulheres, bonitas e com filhos. E que jamais se limitou apenas a uma parceira, namorando duas ao mesmo tempo.

Com o andamento das investigações sobre o caso Henry, esse seu comportamento foi comprovado, visto que a maioria de suas ex-namoradas tinham crianças e relatavam comportamentos agressivos contra elas e seus filhos.

PUBLICIDADE

Outro colega de estudos de Jairinho, desta vez do Colégio Particular Ferreira Alves, relatou que era constantemente agredido, quando os dois ainda eram crianças. Ele ainda relatou que o político tinha sempre uma expressão de prazer ao realizar a agressão.

 

Autor