Anvisa alerta que trabalha para agilizar aprovação de vacina contra o coronavírus

A ANVISA tem se preparado para agilizar o processo de avaliação e, consequentemente, liberação de uma eventual vacina.

ANÚNCIOS

Com o passar do tempo e o avanço das pesquisas para a formulação de uma vacina contra a covid-19, é natural que os ânimos fiquem um pouco mais alterados. As pessoas estão, em geral, muito estressadas com todo o caos enfrentado mundialmente.

Só no Brasil, o número de mortes já passou de 120 mil, enquanto mais de 3,8 milhões de pessoas já tiveram diagnóstico da doença. Mundialmente, o número já ultrapassou 25 milhões! A maior esperança em retomar a normalidade é através de uma vacina.

Por isso, a ANVISA tem se preparado para agilizar o processo de avaliação e, consequentemente, liberação de uma eventual vacina. Gustavo Mendes, gerente-geral do setor de Medicamentos e Produtos Biológicos da ANVISA, concedeu entrevista ao GloboNews.

ANÚNCIOS

A intenção da Agência é conseguir reduzir todo o período gasto no processo para 60 dias. Isso significa que a partir do momento que a documentação for entregue a Anvisa, a ideia é que leve apenas 60 dias para um retorno: aprovação ou reprovação.

A maior preocupação agora, de interesse civil e nacional, é garantir que a ansiedade e expectativa não prejudiquem o andamento das avaliações. Ainda que seja mais rápido, é preciso que seja muito bem feito, é o que defende Mendes.

A vacina, além de ser eficaz contra o coronavírus, precisa também ser segura para o paciente. Isso significa que os testes precisam prever as reações adversas para que os pesquisadores tenham como trabalhar na redução dos eventuais efeitos colaterais.

Foto do autor
Roberta R
Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.

Publicado em: