PUBLICIDADE


Aos 30 anos, influencer que lutava contra câncer morre de coronavírus

Ela já tratava um linfoma quando teve o teste positivo para a doença.

A família de Ana Paula Rubini confirmou a morte da influenciadora digital. Aos 30 anos, ela somava mais de 500 mil seguidores nas redes sociais e compartilhava detalhes da rotina e do cotidiano.

PUBLICIDADE


De acordo com a família, Rubini faleceu no último dia 4 depois de sofrer com complicações da covid-19. Ela já tratava um linfoma quando teve o teste positivo para a doença e chegou a fazer uma publicação no Instagram falando sobre a situação.

https://www.instagram.com/p/CEe1KosjcGx/

Pelas redes sociais, a família compartilhou um vídeo de despedida onde falam um pouco sobre Ana.

PUBLICIDADE


https://www.instagram.com/p/CF8StvgDzZJ/

Rubini teve o primeiro diagnóstico de câncer ainda em 2013, quando foi identificado um linfoma na região pélvica. Foram semanas de tratamento e a notícia de que ela estava curada. Ainda assim, ela continuava fazendo acompanhamento médico.

PUBLICIDADE


Em um desses exames, no final de 2019, um novo linfoma foi encontrado, dessa vez na região do órgão genital, e a influenciadora começou de novo o tratamento. Pelas redes sociais, ela se demonstrava confiante.

No entanto, infelizmente acabou contraindo a covid-19. Com o corpo já bastante debilitado, ela acabou não resistindo. Ana Paula deixa o marido e uma filha, de 10 anos. Seu sobrinho, Fábio Rubini, está usando as redes sociais para atualizar seguidores sobre a situação.

Fábio afirma que vai cumprir o desejo da tia e continuar postando o conteúdo que ela havia deixado salvo. O rapaz também aproveitou para agradecer o apoio que vem recebendo.

Autor