PUBLICIDADE

Após quase 150 dias internado por covid-19, homem vive milagre e recebe alta

Quase cinco meses se passaram até a alta.

Ivan Nei Correia Graminho, 66 anos, é uma história de milagre em meio a pandemia da covid-19. O idoso contrariou todas as estatísticas e teve alta, após quase 150 dias completos em internação contra a doença e suas complicações.

PUBLICIDADE

Graminho deu entrada no Hospital São José de Joinville no último dia 12 de janeiro. Os dias passavam, as semanas, os meses e a apreensão só aumentava. Para a felicidade total da família e amigos, Ivan teve alta no último dia 16 de junho.

Mesmo sem comorbidade alguma, Ivan assistiu seu quadro se deteriorar pouco depois de manifestar os primeiros sintomas. Apenas uma semana depois da internação, Ivan precisou ser intubado e começou o drama da família, que só sabia dele aquilo que ouvia dos médicos.

Liliane Schulz Graminho, 60 anos, esposa de Ivan, conta que geralmente a notícia dos médicos não era boa. “Eles diziam que o quadro dele estava pior, que estavam fazendo o possível para ele sobreviver”, se lembra a esposa.

PUBLICIDADE

A esposa se lembra que chegou a receber dos médicos a notícia de que Ivan não se recuperaria, o que equivalia a dizer que já não haviam mais esperanças. No entanto, surpreendendo a todos, ele começou a melhorar. Depois de passada a infecção, o paciente precisou lutar contra as complicações do vírus, bem como o longo período internado.

Ivan contraiu uma infecção nos rins e precisou de hemodiálise, além de outros problemas oriundos tanto do vírus, quanto da longa internação, como uma infecção hospitalar. Mas depois de tanto tempo de luta, ele finalmente recebeu alta.  Ele ainda tem um longo caminho para a recuperação plena, mas esta em casa.

PUBLICIDADE

Autor