Assassino do ator Rafael Miguel: Paulo Cupertino teve ‘vida normal’ por 8 meses enquanto se passava por ‘seu Manoel’ no interior do MS

O foragido foi descoberto depois de viver 8 meses “normalmente” na região, mas fugiu depois de ser denunciado.

ANÚNCIOS

A polícia de Eldorado, no Mato Grosso do Sul, investiga agora os passos de Paulo Cupertino na cidade. O foragido foi descoberto depois de viver 8 meses “normalmente” na região, mas fugiu depois de ser denunciado. A polícia agora quer detalhes.

Cupertino chegou a trabalhar numa Chácara, além de frequentar um Posto de Saúde e ser cliente de uma barbearia e lotérica na cidade. Atendendo pelo nome falso de Manoel Machado da Silva, ele se aproveitou do uso obrigatório de máscaras para criar sua identidade falsa.

Pablo Reis, delegado que cuida das investigações na cidade, afirma que a polícia tem a informação de que Cupertino “envelheceu” desde que fugiu após matar o ator Rafael Miguel e seus pais. Com a barba comprida e grisalha, ele despista nos lugares em que se instala.

ANÚNCIOS

Alfonso Helfenstein, que é piloto, é considerado foragido pela polícia. Cupertino fugiu de Eldorado fazendo uso de uma aeronave de Helfenstein, que era patrão dele. Para a polícia, Helfenstein sabia da verdadeira identidade de Cupertino e foi cúmplice.

Para a polícia, os dois se conheceram em Ponta Porã. Cupertino conseguiu emitir documentos falsos na cidade também, antes de se instalar em Eldorado, como caseiro de Helfenstein. A polícia acredita que Cupertino conseguiu até mesmo movimentar contas bancárias nesse período.

Cupertino é acusado de matar, a tiros, o ator Rafael Miguel e os pais do jovem. Cupertino não aceitava o relacionamento do ator com a sua filha.

Foto do autor
Roberta R
Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.

Publicado em: