PUBLICIDADE

BBB21: Carla usa o 3º card e ouve confissões de Juliette que a deixam sem saída: ‘completamente errada’

E agora Juliette?

Carla não quer saber de perder tempo dentro do quarto secreto no qual ela está confinada após o paredão falso que aconteceu na noite desta última terça-feira (9). O público escolheu a atriz que está na novela ‘A Força do Querer’ vivendo o papel de Carine, desafeto de Bibi Perigosa.

PUBLICIDADE

Assim como na trama o sua cabeça dentro da casa mais vigiada do Brasil estava à prêmio e ela acabou no paredão disputando a suposta permanência no BBB21 com Arthur, Caio, e João Luiz.

O que ela não imaginava era que teria uma segunda chance incrível e pode voltar ao confinamento com muitas informações que podem mudar o rumo do BBB21.

Na manhã desta quarta-feira (10), ao ver Juliette conversando com Thaís e Camilla de Lucas, ela optou por ouvir a conversa entre as sisters e ficou impactada com o que ouviu.

PUBLICIDADE

A advogada paraibana que é um dos destaques da vigésima edição do Big Brother Brasil, voltou a falar sobre como lida com Arthur dentro do jogo e mais uma vez defendeu e deu o benefício da dúvida para a atriz.

Camilla revelou que o discurso de eliminação da atriz feito por Tiago Leifert veio a calhar com o que ela vinha falando com Diaz, a digital influencer confessou que estava com medo da colega ser eliminada não por uma questão de jogo, mas por algumas atitudes relacionadas ao Arthur.

PUBLICIDADE

Juliette ouviu Camilla de Lucas com atenção e resolveu expor seu ponto de vista sobre toda a situação que vivenciou e mais uma vez defendeu Carla Dias.

De acordo com Juliette naquele momento ela não era a melhor pessoa para dar opinião sobre Arthur já estava bastante chateada com algumas atitudes do crossfiteiro. A advogada munida de bom senso afirmou que em momento algum se arrependeu de ter declarado para a atriz que estava do lado dela e afirmou que não consegue acreditar que a atriz global estava completamente errada.

Juliette ainda fez questão de ressaltar que a cada semana a casa escolhe uma pessoa para ser perseguida, algo do jogo, mas quando encontram a ‘vítima’ se unem para que todos possam ir contra ela.

“Minha opinião fica viciada porque estou machucada com ele. Não me arrependo de ter dito a ela ‘estou do seu lado’. Não acho que ela estava completamente errada. As outras acharem uma oportunidade de colocá-la como adversária. ‘Vamos todo mundo ali’. Me incomodo com isso, fico desconfortável”.

PUBLICIDADE

Carla prestou atenção em cada palavra e sem saída, disse que concorda com Juliette.

 

Autor