PUBLICIDADE


Bizarro: homem coloca pedaços de metal em papinha de bebê em plano para extorquir mercado e acaba condenado

O plano macabro tinha intenção de extorquir uma das maiores redes de supermercado do Reino Unido.

Um homem acabou condenado, no Reino Unido, depois de ter seu plano assustador descoberto. Ele planejava extorquir uma grande rede de supermercados e o plano para conseguir realizar o crime é o mais bizarro que alguém conseguiria imaginar.

PUBLICIDADE


Nigel Wright, 45 anos, estava em uma loja da rede Tesco, no Reino Unido, comprando vinho e flores para a esposa. Mas ele também aproveitou a viagem para adulterar produtos infantis. Ele colocou pedaços de metal em papinhas de bebê.

Não satisfeito, o homem ainda se dirigiu a outra loja da rede e fez o mesmo procedimento. Ao chegar em casa, ele imediatamente enviou e-mails para as lojas contando sobre o crime e exigindo R$10 milhões para revelar em quais lojas havia cometido o crime.

A loja não cedeu a tentativa de extorsão e determinou o recolhimento do produto em todas as lojas da região. No entanto, era tarde. Duas mulheres já haviam comprado a papinha adulterada e entraram em choque com a descoberta.

PUBLICIDADE


Felizmente, nenhum bebê se feriu. Nigel acabou sendo identificado pelas câmeras de segurança e foi preso. O homem, que é agricultor, afirmou ter tido a atitude por se sentir revoltado em relação ao preço do leite que ele produz.

No entanto, depois ele alterou a versão e afirmou que estava sendo extorquido por criminosos que ameaçavam abusar de sua esposa. Ele acabou condenado por extorsão e contaminação de comida, a sentença ainda não foi determinada, mas deve ser dada nos próximos dias.

PUBLICIDADE


Autor