PUBLICIDADE


Brasil poderá ter vacina contra a Covid-19 já no mês de outubro, mas cientista faz alerta

A chegada de uma vacina poderá ajudar no combate à pandemia causada pelo novo coronavírus.

Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, está otimista em relação à chegada da vacina contra a Covid-19 no Brasil. Ele acredita que o país poderá ter o medicamento já no próximo mês de outubro.

PUBLICIDADE


Ainda segundo Dimas, será também em outubro que o Brasil receberá 5 milhões de doses da vacina que está sendo desenvolvida por uma empresa chinesa. A declaração deixou o país otimista, pois muitos brasileiros não veem a hora de retomar a vida, mas especialistas alertam que ainda é cedo para acreditar no fim da pandemia.

Entretanto, para a vacina chinesa ser disponibilizada por aqui até outubro, será preciso que os testes clínicos sejam concluídos com sucesso e a Anvisa faça o registro do medicamento. Só depois desses processos é que a vacina finalmente poderá ser distribuída à população.

A Pfizer é outra empresa farmacêutica que poderá trazer sua vacina também no mês de outubro. Esse medicamento tem sido desenvolvido em parceria com a BioNTech e a Fosun Pharma.

PUBLICIDADE


Apesar de toda a expectativa, os cientistas fazem um alerta e avisam que somente em 2021 o mundo terá uma vacina que realmente seja capaz de garantir imunidade contra o novo coronavírus, pois esse medicamento exige um processo de desenvolvimento bastante complexo e demorado, com várias etapas a serem cumpridas.

Renato Kfouri, diretor da SBIm, Sociedade Brasileira de Imunizações, alertou para o fato de que é preciso respeitar o “tempo da ciência” e que não se deve abrir mão dos critérios que garantem a eficácia e segurança das vacinas.

PUBLICIDADE


Autor