PUBLICIDADE

Caminhão arrasta moto por 33 km com a vítima pendurada na cabine, vídeo viraliza nas redes sociais

O caminhoneiro está preso.

Na tarde deste último sábado (6), um motorista de caminhão se envolveu em um acidente com uma motocicleta, no estado de Santa Catarina, na altura do município de Penha.

PUBLICIDADE

Após bater na moto o homem que conduzia o caminhão não parou para prestar socorro, muito pelo contrário continuou seguindo em frente. Uma mulher que estava na garupa da moto ficou gravemente ferida no local onde o acidente aconteceu.

O piloto da moto, identificado como Anderson Antônio Pereira, de 49 anos, estava preso na motocicleta, como o condutor do caminhão não parava ele escalou a cabine do caminhão e ficou pendurado na porta do motorista sendo totalmente ignorado por ele.

Imagens realizadas por outros motoristas mostram o homem pendurado no caminhão enquanto o condutor continuava a acelerar o veículo de grande porte.

PUBLICIDADE

O motorista do caminhão seguiu por 33 quilômetros e só foi impedido de continuar a viagem em Balneário Camboriú, quando foi parado pela Polícia Militar.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), informou que o caminhoneiro, de 36 anos, que não teve o nove revelado, fez o teste de bafômetro que deu negativo.

PUBLICIDADE

Contudo, segundo a PRF o motorista estava visivelmente alterado por ter ingerido alguma substância entorpecente, ele está preso.

A mulher que ficou ferida foi identificada como Sandra Aparecida Pereira, de 47 anos, esposa do condutor da moto, sofreu traumatismo craniano e foi socorrida pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros para um hospital da região em estado grave. Anderson teve lesões leves, mas ficou em estado de choque e foi encaminhado para o Hospital Santo Antônio. Infelizmente Sandra foi à óbito na tarde deste domingo (7).

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Aconteceu em Joinville (@aconteceuemjoinville)

 

PUBLICIDADE

Autor