PUBLICIDADE


Caso alerta internautas: menino de 9 anos sofre corte sério no pescoço com linha cortante, o famoso ‘cerol’, enquanto andava de bicicleta

Miguel brincava de bicicleta com o irmão Raphael quando sentiu "uma coisa queimar".

A família de Miguel Chaves de Oliveira, um menino de 9 anos, sofreu um grave susto ao descobrir que ele havia sido vítima de um corte grave. Miguel brincava com o irmão de bicicleta pelo bairro quando foi surpreendido por uma linha cortante.

PUBLICIDADE


Miguel conta que sentiu “uma coisa queimar” e colocou a mão no pescoço instintivamente. Ao perceber que era uma linha, ele puxou e a afastou de si, mas o corte já estava feito. O garoto conta que caiu da bicicleta e correu em direção a mãe.

O irmão, Raphael Chaves, diz que não teve reação e ficou em choque ao ver o menino sangrando. Miguel conseguiu chegar até onde os pais estavam e foi socorrido, seu pai foi quem o segurou primeiro, já que a mãe também ficou assustada.

Uma motorista de aplicativo passava pelo local no momento do acidente e ajudou a família a socorrer o garoto. Miguel então foi levado para o hospital, onde recebeu atendimento médico e, felizmente, se recuperou bem.

PUBLICIDADE


O caso aconteceu no bairro das Nações, em Rio Claro, São Paulo. A mãe do garoto fez uma publicação nas redes sociais alertando sobre os riscos do uso do “cerol”, que torna a linha cortante. Todo ano, dezenas de acidentes como esse são registrados.

Miguel se recupera bem do ferimento, mas vai precisar superar o trauma emocional. Em entrevista, ele revelou ter medo de voltar a andar de bicicleta.

PUBLICIDADE


Autor