PUBLICIDADE

Com pulmão comprometido pela covid-19, estado de saúde de Monique Medeiros é divulgado

Monique havia solicitado atendimento médico depois de sentir fortes dores abdominais.

Na última segunda-feira, após dar entrada em uma unidade hospitalar com dores abdominais, Monique Medeiros teve a confirmação do contágio da covid-19. A princípio, não havia sido liberado um boletim médico sobre sua condição de saúde.

PUBLICIDADE

Já se sabia que Monique havia solicitado atendimento médico depois de sentir fortes dores abdominais, tendo recebido diagnóstico de infecção urinária. Os médicos suspeitaram da covid-19 e realizaram testes, que voltaram positivos.

Monique precisou ser submetida a um exame de tomografia, que atestou o comprometimento dos pulmões. De acordo com o laudo do exame, Monique apresenta 5% de comprometimento, mas seu estado de saúde é estável.

A Secretaria de Administração Penitenciária liberou nota em que afirma que Monique realizou o exame por recomendação médica, mas esclarece que o estado de saúde geral é bom. “A mesma passa bem e já retornou ao Hospital Penitenciário Hamilton Agostinho, no Complexo de Gericinó, onde continuará isolada e recebendo o acompanhamento médico devido”, diz a nota.

PUBLICIDADE

Monique está presa enquanto aguarda o fim do inquérito policial, que deve indiciá-la por participação no homicídio do menino Henry, de apenas 4 anos. Henry era filho de Monique e vinha sendo agredido pelo vereador Jairinho, com quem ela mantinha um relacionamento.

Os advogados de defesa de Monique tentam que seja aprovado um segundo depoimento no qual ela estaria disposta a contar tudo. No entanto, o delegado do caso tem se mantido relutante em atender o pedido e a decisão cabe apenas a ele.

PUBLICIDADE

Autor