in ,

Como continuar doando sangue durante a pandemia do novo coronavirus em Niterói

O novo coronavirus impôs uma série de mudanças no mundo todo. Aquilo que era comum e normal, se tornou, para muitos, privilégio. Quarentena e isolamento se tornaram o que há de “normal” em muitos países. Ainda assim, mesmo em meio a pandemia, certas coisas não mudaram e continuam merecendo atenção de todo mundo. Uma dessas coisas é a necessidade de doação de sangue.

Bancos de sangue são muitas vezes aquilo que salva uma pessoa porque mesmo com toda a habilidade de um cirurgião, por melhor que ele ou ela seja, todo procedimento envolva a perda de sangue e é necessário que haja um banco para a que seja feita a transfusão. Então mesmo em meio a Pandemia, centros de todo o Brasil solicitam que os doadores continuem fazendo a doação, tomando certos cuidados.

Imagem: A Tribuna RJ

Em Niterói, existem dois pontos onde você pode doar sangue: no hemocentro e no hemonit. O primeiro fica na Rua Almirante Tefé, enquanto o segundo fica no Hospital Universitário Antônio Pedro. Para doar sangue, existem alguns requisitos, são eles:

  • não ter feito tatuagem, nem colocado piercing, nos últimos 6 meses
  • ter entre 16 e 69 anos e peso igual ou superior a 50kg
  • não ter tido hepatite após completados 11 anos de idade
  • estar com a saúde em dia e portar documento original com foto

* para homens, é aceito até 4 doações num período de 12 meses, desde que respeitado um intervalo de 60 dias entre cada doação

* para mulheres, o intervalo mínimo entre as doações de sangue é de 90 dias, podendo doar até 3 vezes em um ano.

* Menores de idade deverão estar acompanhados de pais ou responsáveis legais

* No momento da doação, é feita uma entrevista onde outros critérios serão avaliados

Com a pandemia do coronavirus e as medidas adotadas pelo estado do Rio de Janeiro e a cidade de Niterói, o hemocentro precisou adotar algumas medidas para garantir a segurança dos doadores e também transmitir confiança para aqueles que, de certa forma, decidem se arriscar para salvar vidas. A diretora médica da clínica de hemoterapia de Niterói, Dra. Catarina Finkel, reforça a necessidade de manter os bancos de sangue preenchidos.

Em recente publicação na página do facebook, o hemocentro Niterói fez um apelo para doação de sangue em virtude do estado crítico do estoque de plaquetas. O apelo então é direcionado as pessoas que podem e sentem o desejo de ajudar nessa luta pela vida. Para mais informações, a clínica disponibiliza o seguinte número de telefone: (21) 2605-0883.

Escrito por Roberta Reis

Procuro dar preferência a redação de notícias políticas, sociais, curiosidades, casos inusitados e notícias positivas.

Niterói já foi cenário para vários filmes do cinema nacional, você sabia?

Moradores de várias regiões de Niterói dão show de solidariedade em meio a pandemia