in , ,

Conheça a Síndrome pós-Covid, um problema que pode acontecer com pessoas que tiveram a doença e pode persistir até meses

Com o passar do tempo e o avanço da covid-19, o conhecimento sobre os efeitos da doença no corpo humano, as complicações e sintomas do vírus vão se tornando cada vez mais conhecidos por meio da medicina e também de toda a população.

Recentemente, o número que sofreu um grande aumento foi o de relatos de inflamações advindas após a cura da covid-19. Muitas são as pessoas que têm passado por infecções e condições inflamatórias depois do coronavírus.

Segundo os especialistas, essa síndrome faz parte de um distúrbio do sistema nervoso, resultado de toda a fraqueza muscular e fadiga que foram enfrentados durante a doença.

Significa que a dor crônica e os problemas respiratórios que a pessoa teve durante a doença causada pelo vírus, posteriormente podem continuar e produzir uma inflamação.

A Organização Mundial de Saúde relatou que a recuperação da covid-19, em casos médios, é de aproximadamente 15 dias, desde o início dos sintomas. Já nos casos graves, pode levar até 40 a 50 dias. Há também alguns casos leves que podem acabar evoluindo e se tornando graves, o que também pode gerar a Síndrome pós-Covid.

Com o avanço das pesquisas clínicas, pesquisadores estão observando que uma variedade de sintomas da doença permanece no paciente após ele ter se curado do coronavirus. O que parece ser uma resposta da agressão as células.

Segundo especialistas, essa síndrome pode causar incapacidade, prejudicar as atividades cotidianas, causar cansaço, falta de energia e pode comprometer o trabalho e o lazer. Essa é uma epidemia silenciosa que inclusive pode causar anemia, depressão e muitos outros sintomas parecidos em razão de seu contexto circunstancial.

Via: msn.com

Escrito por Cláudia LM

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.