PUBLICIDADE

Defesa de Monique argumenta justificativa para ida ao salão após morte do menino Henry: ‘desespero’

Atitude supostamente fria de Monique gerou choque.

Monique Medeiros mudou sua estratégia de defesa nos últimos dias e agora afirma também ter sido vítima de agressões de Jairinho. Agora os advogados Thiago Minagé, Hugo Novais e Thaise Mattar Assad constroem a defesa da professora.

PUBLICIDADE

Uma das primeiras atitudes do trio de defesa foi peticionar um novo depoimento para Monique, que ainda não foi aceito. Os advogados afirmam que Monique era agredida por Jairinho e que esse é o motivo por trás de sua suposta omissão.

A defesa também apresentou uma justificativa para a visita de Monique ao Salão de Beleza logo após a morte do menino. Monique foi atendida em um salão, localizado em um shopping que fica a apenas 5 minutos do apartamento onde morava.

No local, Monique gastou R$240 em reparos nas unhas, inclusive a dos pés, e no cabelo. A defesa argumenta que Monique teve uma crise e, em desespero, teria arrancado mechas do mega hair que usava no cabelo.

PUBLICIDADE

Monique ficou desesperada, arrancou os cabelos porque tem mega hair. Foi esse o motivo de ela ter ido ao salão no dia seguinte. Ela não tinha como se apresentar daquela forma“, alega a defesa.

A postura adotada por Monique após a morte do menino chocou. Além de ir ao Salão, Monique também teria pesquisado na internet sobre cursos de culinária. Além disso, no dia em que prestou depoimento, Monique também tirou uma selfie dentro da delegacia, esboçando um pequeno sorriso.

PUBLICIDADE

Autor