Eduardo Costa muda de ideia, critica Bolsonaro e elogia esquerda: ‘pessoal que chega e faz’

Eduardo Costa fez bastante barulho nas redes sociais em 2018 com suas declarações em prol do então candidato à presidência, Jair Bolsonaro.

ANÚNCIOS

Eduardo Costa fez bastante barulho nas redes sociais em 2018 com suas declarações em prol do então candidato à presidência, Jair Bolsonaro. Ele foi um dos artistas que declarou apoio e criticou duramente o oponente nas urnas, Fernando Haddad, durante a onda anti-esquerda.

O cantor, no entanto, mudou de ideia e agora adota uma postura mais cautelosa em relação à próxima eleição. De uma forma analítica, Eduardo Costa afirmou ter mudado seu pensamento através de estudo. A entrevista foi dada à Jovem Pan.

Costa afirmou que tem refletido e que “percebeu” que os artistas tem poder de influência para “eleger um político”, mas que não tem influência para “tirá-lo de lá”. O cantor afirma que precisou estudar para “deixar a ignorância de lado“.

ANÚNCIOS

Sobre os posicionamentos entre esquerda e direita, o cantor explicou que já não presta tanta atenção nisso. Em sua autocritica, ele revelou que durante os estudos, começou a gostar de “algumas coisas da esquerda”.

Sobre essa corrente ideológica política, o artista também afirmou que “o pessoal da esquerda é mais corajoso”. Ele também elogiou a direita, afirmando que “também tem suas qualidades”. A posição tem gerado repercussão nas redes sociais.

Eduardo Costa sempre teve uma postura de muito apoio e defesa do presidente Jair Bolsonaro. Apoiadores do presidente estão direcionando críticas ao cantor, enquanto críticos ao presidente tem elogiado a autocritica. Profissionalmente, ele tem sentido o impacto da pandemia. Neste ano, participou de eventos online, as conhecidas “Lives”, mas não pôde realizar shows.

Foto do autor
Roberta R
Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.

Publicado em: