PUBLICIDADE

Ela nunca achou que isso poderia acontecer, mas seu bebê queria tanto nascer que driblou o DIU

Esse bebezinho vietnamita não quis saber que a mãe estava usando o DIU e encontrou seu caminho para nascer.

Uma das descobertas mais marcantes para a vida das mulheres, sem dúvidas, foram os métodos contraceptivos. Permitir que a mulher escolha o momento certo para engravidar é um grande passo em direção a independência, afinal, permite que estudos e trabalho sejam o foco, para aquelas que querem.

PUBLICIDADE

No entanto, uma coisa que precisa sempre ser lembrada é que nenhum método é 100% livre do risco de falha. Pílulas podem falhar, DIU pode falhar… Este último, para quem não sabe, é um dispositivo intra-uterino que impede que uma gravidez aconteça.

A história que você vai conhecer é justamente a prova de que nenhum método é inteiramente garantido. Esse bebezinho vietnamita não quis saber que a mãe estava usando o DIU e encontrou seu caminho para nascer, independente disso.

A foto do bebê segurando o dispositivo acabou circulando o mundo e fazendo com que o médico responsável pelo parto participasse de algumas entrevistas. Ele afirmou que a ideia de colocar o dispositivo na mão da criança foi dele mesmo.”Muito corajoso (…) para se juntar ao sofrimento da humanidade”, escreveu Trant Viet Phuong, o obstetra responsável pelo parto. O caso aconteceu no Hospital Internacional de Hai Phong. Viet explicou o pode ter acontecido com o DIU da mãe.

PUBLICIDADE

De acordo com informações do Daily Mail, a mulher, de 34 anos, havia feito a aplicação do dispositivo 2 anos antes do nascimento da criança. O médico acredita que o dispositivo falhou por um deslocamento provocado pelo tempo.

Se o dispositivo for mal colocado, por exemplo, ele pode sair do local onde deveria estar e, com isso, perder bastante da sua eficiência. O que aconteceu nesse caso da vietnamita pode ter sido isso.

PUBLICIDADE

O médico ainda informou que o bebê nasceu perfeitamente saudável, pesando 3,2 quilos e esbanjando os pulmões na maternidade. A identidade da família não foi revelada.

Autor