PUBLICIDADE

Entenda por que o coronavírus pode ser fatal até para pessoas saudáveis que não possuíam qualquer problema de saúde, como o astro da Broadway, Nick Cordero, de 41 anos

Segundo a esposa, ele não tinha problemas de saúde, mas devido às complicações da doença ele teve sintomas graves que o levaram à morte.

Nick Cordeiro enfrentou uma grande batalha contra a covid-19. O famoso foi infectado, apresentou sintomas e complicações agressivas da doença, ficou internado durante 3 meses e no dia 5 de julho faleceu.

PUBLICIDADE

Segundo a companheira do ator, em razão da evolução do quadro da infecção, ele teve de amputar a perna e precisou de um transplante de pulmão, mas, diante dessas circunstâncias, seu corpo não resistiu.

A esposa de Nick, Amanda Kloots, disse em entrevista à CBS que primeiramente ele foi diagnosticado com pneumonia. Entretanto, no decorrer do tempo, seu quadro de saúde piorou e novamente passou por exames, sendo confirmado como positivo para a covid-19. Assim, ele foi internado.

Já no hospital, o ator ficou em coma induzido e, ao acordar, teve o resultado do teste negativo para a doença, mas apresentava sequelas. O coronavírus também enfraqueceu a sua musculatura, então o ator passou a não se mover nem falar.Segundo a esposa, ele não tinha problemas de saúde, mas, devido às complicações dessa doença, ele teve sintomas graves, principalmente nos pulmões, que foram muito atacados.

PUBLICIDADE

De acordo com um especialista, os pacientes que possuem pior gravidade em seus casos, também elevam as chances de algum comprometimento pulmonar diante da infecção do coronavírus, porque o risco de ter sequelas ou danos pulmonares é enorme.

Especialistas dizem que pacientes que estão em situações graves da doença podem ter sequelas e uma delas é o quadro de inflamação, que é causado pela reação exagerada do sistema imunológico.

PUBLICIDADE

Segundo os médicos, outras situações podem causar danos aos pulmões, como inflamação pulmonar, o que aconteceu com o ator Nick, e é muito comum em pacientes intubados.

Nick, além de amputar a perna, devido a doença ele precisou realizar um transplante pulmonar, pois seu órgão havia sido destruído. Ele era jovem, não tinha outras doenças, mas não resistiu a covid-19 em razão do agravamento de seu caso.

 

Autor