PUBLICIDADE


Estudantes denunciam comentário racista de professor e pedem demissão do profissional

A escola, através das redes sociais, publicou uma nota de repúdio a atitude do professor. Também à reportagem do G1, alunos da escola deram depoimentos acerca da polêmica.

Alunos e pais de alunos de uma escola pública do Distrito Federal mobilizaram uma campanha pedindo a demissão de um professor que realizou uma publicação controversa na Internet. Um abaixo-assinado já acumulava mais de 2 mil assinaturas em menos de um dia de criação.

PUBLICIDADE


Na publicação em questão, o professor, que ministra aulas de espanhol, compartilhou uma uma postagem originalmente antirracista mas tirou sarro com seu próprio comentário. “Cosplay de microfone”, escreveu em referência ao corte de cabelo da modelo na imagem.

A Secretaria de Educação informou que está apurando o caso para avaliar se cabem punições. Para a reportagem feita pelo G1, que procurou o professor, ele declarou não ter nada a comentar sobre o caso. Os alunos pedem demissão.

A escola, através das redes sociais, publicou uma nota de repúdio a atitude do professor. Também à reportagem do G1, alunos da escola deram depoimentos acerca da polêmica, e, uma aluna de 17 anos, declarou que já ouviu o professor sendo racista.

PUBLICIDADE


O diretor do Centro de Ensino Médio 804, Luiz Moreira da Cunha, informou que a escola avaliou o comportamento do professor como “inadequado”. O caso agora segue para a Regional do Ensino, para que a avaliação determine os próximos passos.

Fonte: Reprodução/Change.org

Os alunos da escola se mobilizaram através de um abaixo-assinado, que contou com a adesão em massa da comunidade escolar e, antes mesmo de 24h no ar, reuniu mais cerca de 2,4 mil assinaturas. No Brasil, racismo é crime e pode render em até 3 anos de reclusão.

PUBLICIDADE


Autor