PUBLICIDADE


Explosão no Líbano já deixou 50 mortos e milhares de feridos; vídeos mostram imagens impressionantes

O Governo decretou luto nacional e logo em seguida o presidente convocou uma reunião de emergência.

Nesta terça-feira (04), uma grande explosão atingiu a região portuária em Beirute, capital do Líbano, deixando dezenas de mortos, milhares de feridos e uma destruição que ainda não é possível de avaliar, pois o local ficou irreconhecível.

PUBLICIDADE


De acordo com o portal O Globo, já são 50 mortos até o momento, 2,5 mil pessoas feridas, muitas em estado grave, e estes números poderão aumentar nas próximas horas porque as equipes de resgate continuam trabalhando sem parar.

O governo já decretou luto nacional e muitas pessoas estão desesperadas por não conseguirem informações sobre familiares e amigos. O presidente Michel Aoun marcou uma reunião de emergência, ele se encontrará com o Conselho Superior de Defesa.

Não foram divulgadas informações sobre o que teria causado esta explosão, o certo até agora é que o ocorrido foi em um armazém onde muitos materiais confiscados estavam sendo guardados há anos. Autoridades afirmam que não há qualquer evidência, pelo menos até o presente momento, de que possa ter sido um atentado terrorista.

PUBLICIDADE


Abbas Ibrahim, diretor da Segurança Geral, disse a alguns jornalistas que no local da explosão havia uma grande quantidade de explosivos. Especialistas já foram enviados para a região e estão investigando para tentarem descobrir o que teria causado esta tragédia.

PUBLICIDADE


No Twitter a explosão no Líbano ficou no topo dos assuntos mais comentados na tarde desta terça-feira, muitos vídeos compartilhados mostram uma coluna de fumaça na cidade. A explosão foi na região portuária de Beirute, e as autoridades ficaram preocupadas porque isto ocorreu dias antes de acontecer o julgamento pelo assassinato de Rafik Hariri, ex-primeiro ministro.

Testemunhas contaram que a explosão atingiu cerca de dez quilômetros e que foram várias explosões sucessivas. As pessoas corriam desesperadas sem saberem o que estava acontecendo.

Um prédio teria desabado devido ao impacto e muitas pessoas podem estar debaixo dos escombros. O governador do porto deu uma entrevista à Sky News e disse que uma equipe de bombeiros que foi ao local estava desaparecida.

PUBLICIDADE


Autor