PUBLICIDADE


Foi revelado o que padre Robson tem feito para ocupar seu tempo em meio ao escândalo da Afipe

O advogado do religioso tem se reunido com ele para montarem uma estratégia e conseguirem provar sua inocência.

Padre Robson continua afastado de suas funções na paróquia em Trindade e também na Afipe – Associação Filhos do Pai Eterno, fundada e presidida pelo religioso. Segundo o portal G1, o sacerdote tem ocupado seu tempo com orações e também se reunindo com seu advogado para montar a estratégia de defesa.

PUBLICIDADE


Pedro Paulo Medeiros, advogado de defesa, informou ao G1 que padre Robson segue afastado, lembrando que o religioso chegou a ser suspenso pela Arquidiocese, não podendo mais celebrar missas.

Para o advogado, assim que tudo for esclarecido, o religioso poderá retomar suas funções, mas isso não tem prazo para acontecer. Hoje, padre Robson estaria bem mais tranquilo, mas não ficou definida ainda a data para que ele possa ser ouvido pelo Ministério Público de Goiás.

A operação Vendilhões começou a investigar o destino dado às doações feitas pelos fiéis de todo Brasil e o MP-GO acusa a Afipe de usar o dinheiro para outros fins que não eram religiosos. Os investigadores acreditam que o sacerdote movimentava cerca de R$ 20 milhões mensais.

PUBLICIDADE


Acredita-se que o dinheiro dos fiéis foi usado para a compra de casas na praia, dezenas de fazendas, cabeças de gado e até um avião. Uma dessas fazendas encontra-se em Caiapônia, no sudoeste de Goiás e é avaliada hoje em cerca de R$ 90 milhões.

A imagem de padre Robson acabou ficando prejudicada com esse escândalo, inclusive surgiram rumores de que ele vinha tendo alguns casos amorosos, assunto este que já circulava há algum tempo na cidade de Trindade, mas agora se tornou do conhecimento de todo país.

PUBLICIDADE


Autor