PUBLICIDADE


Grávida e desempregada, mulher pede ajuda para conseguir alimentar os três filhos

No sexto mês de gestação, a mãe não sabe como fará para alimentar as crianças e o bebê que está para chegar.

Rafaela Freris Silva está no sexto mês de gestação. Ela já tem três filhos e está desempregada, sem saber o que fazer para conseguir comida para a família. Rafaela mora em Goiânia e pela manhã costuma tomar só um café, já que não tem mais nada em casa.

PUBLICIDADE


Aos 23 anos ela se vê em uma situação difícil e pede ajuda às pessoas para colocar comida na mesa e não ver seus filhos passarem fome. A geladeira fica vazia o tempo todo e o único ovo que tinha na despensa foi dividido com as três crianças.

No almoço geralmente só tem arroz e um pouco de feijão. O marido de Rafaela trabalha na Central de Abastecimento, mas o dinheiro que ganha não dá para arcar com todas as necessidades da família, como o o aluguel e as contas de casa.

O gás acabou já faz tempo e ela usa álcool para esquentar o pouco de comida que ainda tem. O IBGE divulgou uma pesquisa revelando que só em Goiás há cerca de 352 mil pessoas passando fome.

PUBLICIDADE


A história de Rafaela, infelizmente, é mais uma entre tantas outras e essas famílias não sabem o que fazer, já que a situação no país vai ficando cada vez mais difícil.

PUBLICIDADE


Especialistas alertam que o aumento do desemprego tem levado um número maior de famílias à situação de pobreza extrema. Ainda com a suspensão das aulas, muitas crianças que só comem na escola estão passando por dificuldades em casa.

Autor