PUBLICIDADE

Henry pedia para dormir com a mãe para protegê-la; Monique foi agredida por Jairinho na casa da avó do menino

Monique relata ter sido agredida pelo namorado dentro da casa de sua mãe, Rosângela Medeiros.

Como vem sendo amplamente divulgado, a nova defesa de Monique Medeiros tem articulado uma nova estratégia de defesa. A nova estratégia argumenta que, assim como ex-parceiras de Jairinho, Monique também era agredida pelo vereador.

PUBLICIDADE

De acordo com informações apuradas pela coluna de Juliana Dal Piva, no UOL, Monique vivia uma rotina de agressões. Em um episódio, Monique relata ter sido agredida pelo namorado dentro da casa de sua mãe, Rosângela Medeiros.

Segundo informações, Jairinho teria pulado o muro da casa da sogra e agredido Monique. Neste episódio, o vereador teria esgan*do Monique. As informações não foram reveladas em detalhes porque os advogados tem esperanças de um novo depoimento.

A nova defesa de Monique é categórica em afirmar que Monique também foi vítima de Jairinho. A estratégia é afirmar que, se houve omissão da parte dela, essa omissão se deve apenas ao fato de que ela também era agredida e ameaçada e que, por isso, tinha medo.

PUBLICIDADE

De acordo com os advogados, Henry sentia também as ameaçadas contra a mãe e tentava protegê-la. “Henry dizia que queria dormir com a mãe na cama do casal, porque quando dormia com eles ‘o tio Jairinho não brigava com a mamãe'”, afirmou uma das advogadas, Thaise Assad.

Outro fato destacado é que Monique também era dopada por Jairinho, um comportamento observado também por outras ex-parceiras do vereador. A mesma coluna, do portal UOL, apurou e descobriu que Monique se emocionou ao saber do relato de outras mulheres.

PUBLICIDADE

“Ela começou a chorar quando ouviu isso porque também acontecia com ela”, afirmou um interlocutor que não teve a identidade revelada.

Autor