PUBLICIDADE


Homem é contaminado com varíola dos macacos, COVID-19 e HIV ao mesmo tempo; médicos fazem alerta

O homem teve o diagnóstico das três doenças ao mesmo tempo.

Na região da Itália, médicos reportaram o primeiro caso simultâneo de uma pessoa que se infectou com COVID-19, varíola dos macacos e HIV. O paciente tem 36 anos de idade e teve as três doenças em meados de julho de 2022.

PUBLICIDADE


O caso do paciente foi reportado em uma revista científica, Journal of Infection, e relatou que o homem testou positivo para as três doenças após ter feito uma viagem de quatro dias para a Espanha.

E logo após ele ter retornada da viagem, assim que passou nove dias, começou a apresentar sintomas típicos da COVID-19, tendo febre, dor de cabeça e garganta seca. Em 2 de julho, ele recebeu o teste positivo para a doença. E na mesma tarde que recebeu o diagnóstico, surgiram os sintomas de varíola dos macacos, com erupções na pele. No dia 5 de julho, ele precisou ser transferido para uma ala de emergência no Hospital.

Ainda no hospital, o homem informou que estava em tratamento para a sífilis, desde 2019. E que em 2021, realizou um teste de HIV, no qual, o resultado foi negativo. Ele também toma remédios para bipolaridade. Além disso, contou que teve relações sem proteção, durante a viagem.

PUBLICIDADE


E como a maioria dos casos de Varíola dos Macacos está relacionado ao sexo, foi pedido o teste de outras doenças, na qual, se comprovou o diagnóstico positivo para o HIV.

Como se trata do primeiro caso registrado, não dá para saber se as três doenças combinadas causam um agravamento no quadro do paciente.

PUBLICIDADE


Os médicos alertaram que investigar os hábitos sexuais do paciente são essenciais na hora do diagnóstico, visto que existe uma relação.

Autor