PUBLICIDADE


Homem recebe acusação por contaminar mercadorias em supermercado

Homem é acusado de contaminar produtos para extorquir supermercado.

A pandemia do novo coronavírus rende notícias tristes a cada hora. De tempo em tempo, mais casos acontecem no Brasil ou no mundo e novas mortes são registradas nos quatro cantos do planeta, porém, algumas notícias causam revolta em razão de tamanha a barbaridade da situação envolvendo outras doenças.

PUBLICIDADE


Um homem do Reino Unido, chamado Nigel Wright, de 45 anos de idade, está recebendo acusações de contaminar produtos e mercadorias em uma rede de supermercados, além de realizar chantagens na tentativa de extorquir a empresa Tesco. Essas informações foram passadas pela BBC Yorkshire.

Além de todas essas acusações, o homem está sendo suspeito também de mandar e-mails e cartas, com o nome de Guy Brush, para a mesma rede de supermercados, em um período que abrange os meses de maio de 2018 até fevereiro deste ano.

Nas cartas que foram enviadas para a rede, ele estava exigindo 200 bitcon, algo em torno de 9 milhões de reais, para informar quais eram as mercadorias que estavam contaminadas.

PUBLICIDADE


Segundo informou Julian Christopher, promotor que está cuidando do caso, o homem afirmou que contaminou essas mercadorias com salmonella e produtos químicos, dizendo ainda que continuaria com isso caso não recebesse o dinheiro.

Em duas cidades do país clientes afirmaram que encontraram lascas de metal em embalagens de papinha para bebês. O homem acusado dos crimes disse que foi obrigado a fazer tais atos. Até o momento, não foi confirmado se as mercadorias realmente estavam contaminadas.

PUBLICIDADE


Autor