PUBLICIDADE

Homem recebe alta depois de internação por covid-19 e descobre dívida hospitalar de R$5 milhões nos Estados Unidos

Mesmo com plano de saúde, o homem recebeu uma conta de 181 páginas cobrando pagamento de US$1,1 milhão em despesas hospitalares. O caso acendeu um debate.

Um idoso de 70 anos recebeu uma notícia assustadora depois de receber alta de um hospital em Seattle, nos Estados Unidos. Ele ficou internado por 62 dias enquanto lutava contra a infecção, mas conseguiu vencer a doença.

PUBLICIDADE

Mesmo com plano de saúde, o homem recebeu uma conta de 181 páginas cobrando pagamento de US$1,1 milhão em despesas hospitalares. Felizmente, Michael Flor será capaz de se livrar de boa parte das cobranças.

Flor conta que seu coração “quase parou” quando recebeu a conta e não podia acreditar no que estava vendo. Dos 62 dias em que esteve internado, ele precisou de respiradores por 29 dias seguidos e quase não resistiu.

Embora o idoso provavelmente vá conseguir se livrar de boa parte das cobranças, ele afirma que se sentiu culpado por sobreviver. “Por que eu?”, se questiona, “o custo incrível de tudo isso contribui para a culpa”, analisou.

PUBLICIDADE

O quadro clínico de Flor era muito sensível quando ele deu entrada no hospital. Ele passou por dois dias muito críticos quando coração, rins e pulmões começaram a falhar e preocupar médicos. A conta detalha cada procedimento.

A história de Michael Flor foi publicada no The Seattle Times e provocou uma reflexão sobre o sistema de saúde do país. Embora o idoso tenha plano de saúde e consiga rebater boa parte das cobranças, isso ainda levanta a discussão.

PUBLICIDADE

Danny Westneat escreveu um texto, em que aborda o tema e explica porque o sistema de saúde norte-americano é “tão difícil de reformar”. No país, pouquíssimos procedimentos podem ser feitos de forma gratuita ao paciente.

Para a maioria das pessoas, ir ao hospital não é uma opção e isso acaba levando a situações onde problemas simples se tornam complicados porque são descobertos tarde, isso quando são descobertos.

A pandemia do novo coronavírus tem exposto muitas falhas nos sistemas de saúde de todo mundo. No Brasil, os problemas foram aumentados ainda mais. Mas mesmo para países como Espanha, com um dos melhores sistemas de saúde pública do mundo, ainda ficaram alguns aprendizados de onde e como mudar.

Autor