PUBLICIDADE

Hospital descobre funcionário fantasma que faltava serviço há 15 anos e gerou prejuízo de R$3,6 milhões

O que complica ainda mais a situação é que mesmo não comparecendo ao trabalho, ele continuou recebendo.

Uma descoberta desconcertante colocou um hospital italiano no centro de notícias em todo o país, e no mundo. Uma mudança na direção da unidade acabou expondo um caso, no mínimo, bizarro. Os novos diretores descobriram um funcionário fantasma.

PUBLICIDADE

Ao que tudo indica, o homem foi contratado para um cargo público no hospital Ciaccio, localizado na cidade de Catanzaro, em 2005. De lá para cá, segundo informações das mídias locais, o homem nunca compareceu mais para exercer suas funções.

De acordo com as informações que ainda estão sendo investigadas, o homem teria ameaçado o então diretor da unidade para que não assinasse um relatório disciplinar, que poderia resultar na exoneração do cargo.

Assim, ele continuou faltando sem que sua falta fosse sentida. O que complica ainda mais a situação é que mesmo não comparecendo ao trabalho, ele continuou recebendo. A direção da unidade mudou, os novos diretores não perceberam e assim a situação durou mais de uma década.

PUBLICIDADE

Uma nova mudança no hospital, que provocou uma revisão dos dados, acabou identificando o funcionário fantasma. Ao longo dos 15 anos, sem prestar qualquer trabalho ao estado, ele faturou em torno de 528 mil euros, algo em torno de R$3,6 milhões.

Agora ele e mais seis gerentes do hospital, que supostamente sabiam da situação irregular, mas não reportaram, estão sendo investigados por crimes de fraude, abuso de poder e extorsão. O homem não teve a identidade revelada e nem foi divulgado o conteúdo dos depoimentos.

PUBLICIDADE

Autor