PUBLICIDADE

Jovem é atingido por disparo acidental de arma de fogo e morre enquanto caçava javalis com o pai

A Polícia Militar informou que o jovem foi identificado como Breno Henrique Miranda da Rocha.

Algumas pessoas têm o hábito de caçar e consideram o ato como um esporte, porque os proporciona grandes prazeres. Mas, infelizmente, uma caçada entre pai e filho terminou em uma grande tragédia. O caso aconteceu na cidade de Olímpia, no estado de São Paulo, na madrugada deste sábado (11).

PUBLICIDADE

De acordo com as informações, o jovem, de 17 anos de idade, estaria juntamente com seu pai e outro homem nas proximidades do Recanto do Bambi, que é uma área rural pertencente ao município.

A Polícia Militar informou que o jovem, que foi identificado como Breno Henrique Miranda da Rocha, estava juntamente com seu pai e a outra pessoa que participava da caçada na caçamba de um veículo, quando, de repente, eles perceberam a presença de um javali na estrada.

O motorista que dirigia o veículo freou de forma brusca enquanto o adolescente, abaixado, procurava a lanterna. E foi aí que a arma, a espingarda do pai dele, acabou disparando sem querer, acertando o adolescente.Breno foi atingido no rosto e ele chegou a ser socorrido e levado para a UPA de Olímpia. Mas os ferimentos foram tão graves que o jovem acabou não resistindo e faleceu um tempo depois.

PUBLICIDADE

Por causa do ocorrido, o pai de Breno foi levado para a delegacia de Barretos, onde deu seu depoimento ao delegado. Logo depois, o homem pagou uma fiança e foi liberado pelo profissional de plantão na noite. O valor que o responsável do jovem pagou em fiança corresponde a R$ 1,1 mil.

De acordo com as informações, o pai do menino tinha licença para caçar javalis, sua arma era registrada, mas mesmo assim a polícia apreendeu 15 cápsulas de carabina 454 e 14 delas estavam intactas, apenas uma deflagrada.

PUBLICIDADE

O corpo de Breno foi velado na tarde deste sábado (11) na cidade de Olímpia, que é a cidade onde a família morava.

 

Autor