PUBLICIDADE


Jovem morre após fazer cirurgia estética e laudo comprova motivo: seus órgãos foram perfurados, inclusive o coração

Laudo revelando o verdadeiro motivo da morte foi revelado; entenda mais desta terrível história.

Uma jovem, de apenas 20 anos, faleceu após realizar procedimentos cirúrgicos. O laudo com o resultado da causa da morte de Edisa Soloni foi concluído nesta última quinta-feira.

PUBLICIDADE


Edisa faleceu após realizar uma lipoescultura e um enxerto de silicone nos glúteos no mês de setembro, em uma clínica de cirurgia plástica localizada em BH.

O laudo revela que a jovem teve diversas perfurações em seus órgãos e a causa de sua morte foi embolia pulmonar.

Segundo informações da advogada que está cuidando do caso, Camila Félix, a jovem teve perfurações no pâncreas, intestino, pulmão, esôfago, estômago e também no coração.

PUBLICIDADE


A advogada relata que Edisa estava debilitada e que as perfurações em seus órgãos e a falta de um rápido diagnóstico prejudicaram a jovem, o que piorou ainda mais o seu quadro. Félix acusa a clínica de negligência e de demora na prestação de socorro.

PUBLICIDADE


O caso ainda continua em investigação pela Polícia Civil, onde já foram ouvidas 13 pessoas.

A clínica que realizou o procedimento estético declarou em nota oficial que as perfurações no corpo da jovem foram feitas no momento em que seu corpo estava sendo preparado pela funerária.

Além disso, eles também declararam que não houve nenhuma perfuração de vísceras durante a cirurgia estética de lipoaspiração, sendo assim, a jovem teria falecido de embolia pulmonar maciça, assim como declarou o laudo.

Acompanhe o nosso site para saber mais sobre o caso, estaremos atualizando o mais breve possível.

PUBLICIDADE


Autor