PUBLICIDADE


Justiça afasta Witzel do cargo e expede mandado de prisão para o Pastor Everaldo e o ex-secretário Lucas Tristão

O Superior Tribunal de Justiça determinou o afastamento imediato de Witzel.

Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira, dia 28 de agosto, a população do Rio de Janeiro foi surpreendida com a ordem do Superior Tribunal de Justiça, onde determinou que o governador carioca fosse afastado imediatamente do cargo.

PUBLICIDADE


O motivo da ordem judicial determinando o afastamento do governador seria em decorrência das irregularidades em contratos na saúde e supostos desvios nos contratos emergenciais para o combate ao novo coronavírus.

As denúncias e suspeitas estavam sendo investigadas através da Operação Placebo, desde o mês de maio deste ano.

Abaixo, foto de Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro, afastado de seu cargo por ordem do STJ, nesta sexta-feira (28).

PUBLICIDADE


Wilson Witzel Foto Jornal Nacional

Com o afastamento imediato de Wilson Witzel, o vice Cláudio Castro assume o governo do estado do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (28).

PUBLICIDADE


Vice-governador diz que RJ precisar prorrogar RRF Estado negocia com Maia O Dia - Rio de Janeiro

Além de determinar o afastamento do governador, o STJ ainda expediu mandatos de prisão contra o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Lucas Tristão e o pastor Everaldo, que já foi preso nesta manhã.

Abaixo, confira o momento em que homens da Polícia Federal chegaram ao Palácio Laranjeira, sede do governo e residência oficial para notificar o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, sobre a decisão do STJ.

Foi expedido também, mandado de busca e apreensão contra Helena Witzel, a primeira-dama.

PUBLICIDADE


Viaturas da PF na porta do Palcio Laranjeiras Foto ReproduoTV Globo

Nas redes sociais a notícia está repercutindo em todos os meios de comunicação, a qualquer momento atualizaremos as notícias referentes ao afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Autor