PUBLICIDADE

Luto: cantor considerado ícone brasileiro morre, vítima da COVID-19 e deixa a muitos entristecidos: ‘Nossos sentimentos’

Ele não resistiu.

Na manhã desta quarta-feira, dia 21 de abril, foi anunciada mais uma triste morte causada pela COVID-19. Desta vez, se trata de um importante cantor brasileiro que certamente fez histórias com suas canções.

PUBLICIDADE

Nascido em Pernambuco, Augusto César, morreu aos 61 anos de idade. Durante a sua vida, cerca de trinta e cinco anos foram dedicados à sua carreira musical. Os seus familiares confirmaram sua morte.

De acordo com o filho do cantor, a morte de seu pai ocorreu no Hospital da Hapvida, localizado na Zona Oeste do Recife. O artista estava internado desde segunda-feira, dia 19 de abril.

O filho ainda disse que a COVID-19 apenas serviu para complicar ainda mais os problemas de saúde que Augusto César já tinha. Ele apresentou insuficiência respiratória e acabou não resistindo. Augusto era diabético e já sofria com uma insuficiência renal grave.

PUBLICIDADE

Apenas após um dia de sua internação ter ocorrido, o cantor precisou ser intubado. E na mesma noite, apresentou várias paradas cardiorrespiratórias.

Devido ao diagnóstico da COVID-19, não existe previsão de ocorrer um velório. Ademais, o cantor deixou seus quatro filhos e suas duas netas.

PUBLICIDADE

Augusto César era conhecido por suas músicas românticas. Além de cantor, ele atuava como compositor, tendo mais de 100 canções assinadas em seu nome. O artista também gravou diversos CDs durante sua vida.

Suas músicas mais conhecidas são ‘Escalada’, ‘Ela Acabou Comigo’ e ‘Como Posso te Esquecer.’

Autor