PUBLICIDADE


Luto! Pastora perde a vida pela Covid-19 e fiéis choram sua partida, ainda sem acreditarem na perda

Pastora perde a vida vítima de Covid-19.

A pastora Aline Nascimento morreu dia 24 de junho, quarta-feira, sendo vítima do novo coronavírus. Aline Nascimento levava sua palavra no Ministério Mover Cuiabá, no Mato Grosso. Aos seus 37 anos, não resistiu lutar contra a doença e foi a óbito.

PUBLICIDADE


A pastora estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em um hospital de Cuiabá. A morte da religiosa comoveu os fiéis por todas as redes sociais. Alguns, ainda sem acreditar no ocorrido, dizem que ela será recebida de braços abertos.

Seus fiéis contam que, sem dúvidas, Aline fez a diferença em suas vidas e que seu legado será lembrado por todos. Além de pastora, a mulher atuava como designer de interiores. Com sua partida, a pastora deixa esposo e dois filhos.

Abaixo, confira um registro que mostra a pastora:

PUBLICIDADE


Situação do Coronavírus em Mato Grosso

Nesta última sexta-feira (10), foi divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde a situação atual que a pandemia está causando na cidade de Cuiabá.

PUBLICIDADE


Dados referentes a todo o período da pandemia do coronavírus mostram que já foram 961 mortes constatadas e 26.396 casos positivos em Mato Grosso.

Dentro dos 20 municípios do Mato Grosso os quais têm um número significativo de casos, Cuiabá lidera a lista com 5.920 casos.

No mesmo dia, foram confirmados 1.617 novos casos, só no estado. A situação dos leitos é preocupante, de internação em UTI consta com 98,4% ocupados, assim como também as pessoas que estão em enfermarias, as quais representam 55,9% da ocupação. Esses dados representam tanto pessoas com covid-19, suspeitos e casos descartados.

Considerando os casos totais confirmados com covid-19 no estado do MT, 48,7% dos casos pertencem ao sexo masculino, sendo assim 51,3% são do sexo feminino. A maioria, sendo 7.073 dos 26.396, representam a faixa etária entre 31 a 40 anos.

PUBLICIDADE


O documento divulgado também registra que um total de 27.455 amostras foram testadas pelo Lacen-MT (Laboratório Central do Estado). Porém, ainda restam cerca de 1.398 amostras que estão em processo de análise.

Autor