PUBLICIDADE

Mãe de 4 filhos morre depois do parto vítima da covid-19, ela tinha 36 anos

A jovem Mônica Aparecida Alves Crisóstomo, de apenas 36 anos, entrou para as estatísticas da pandemia.

A jovem Mônica Aparecida Alves Crisóstomo, de apenas 36 anos, entrou para as estatísticas da pandemia. Mônica estava grávida quando testou positivo para a doença, o que levou os médicos a antecipar o parto.

PUBLICIDADE

Mônica faleceu no último sábado (06), logo após dar à luz ao quarto filho. A família decidiu batizar o bebê de Theo, que agora está sob cuidados do pai. O homem precisou pedir afastamento do trabalho para cuidar dos 4 filhos.

De acordo com informações locais, Mônica estava internada na Unidade de Terapia Intensiva e já vinha lutando contra a covid-19, que contraiu durante a gestação. O bebê nasceu prematuro e não foram divulgadas informações sobre seu estado de saúde.

Mônica permaneceu internada no Hospital Santa Casa de Maringá, onde o parto também foi realizado. O pai pede ajuda e afirma que a família não tem condições de arcar com as despesas nesse momento de dor.

PUBLICIDADE

Mônica trabalhava, e o marido também, para arcar com as despesas da família. Sem ela e com ele afastado do trabalho, a família pede socorro. Não foram divulgadas as idades dos outros 3 filhos do casal.

A família também não divulgou se Mônica sofria de alguma comorbidade. Sabe-se que a gravidez torna a mulher mais vulnerável a complicações graves da covid-19 e, por isso, especialistas recomendam que todos os cuidados sejam tomados para prevenir que a grávida contraia a doença. O caso gerou grande comoção.

PUBLICIDADE

Autor