PUBLICIDADE

Mãe, 47 anos, e filha, 27 anos, morrem pela covid-19 com apenas um dia de diferença

Mãe e filha morreram, com intervalo de um dia, vítimas da doença.

Mais um capítulo triste da covid-19 foi escrito em Primavera do Leste, Mato Grosso. Mãe e filha morreram, com intervalo de um dia, vítimas da doença. A família conta que a mãe, de 47 anos, foi a primeira a contrair a doença.

PUBLICIDADE

Juraci Gonçalves dos Santos foi a primeira a manifestar sintomas, de acordo com familiares. De acordo com a família, na segunda quinzena de fevereiro, a cozinheira começou a apresentar falta de ar e cansaço.

A família acredita que Clayane dos Santos Velozo, de 27, tenha contraído o vírus enquanto cuidava da mãe. A jovem era vendedora e apresentou sintomas alguns dias depois da mãe. Juraci e Clayane, a princípio, ficaram em casa por não terem sintomas graves.

As duas ficaram em casa sob observação e fazendo uso da medicação prescrita. Juraci foi a primeira a sofrer com complicações e procurar o hospital, onde acabou sendo internada em uma UPA, dias depois, precisou ser transferida para uma UTI.

PUBLICIDADE

Sete dias depois da internação em UTI da mãe, Clayane também começou a ter piora no quadro e precisou ser encaminhada para o hospital. Já no primeiro dia de internação, a jovem teve uma piora e precisou ser levada para a UTI.

Tragicamente, Clayane foi a primeira a morrer vítima da doença. A mãe também não resistiu a doença e morreu, um dia depois de perder a filha para a doença. A família tenta se recuperar do golpe, “foi muito triste”.

PUBLICIDADE

Autor