PUBLICIDADE


‘Maior tragédia da família’: pai, mãe e filha morrem em decorrência da Covid-19 em um intervalo de três dias

Em um intervalo de 3 dias, mãe, pai e filha morreram por complicações da doença. A tragédia aconteceu em São Francisco, São Paulo.

A Covid-19 foi responsável por mais uma tragédia familiar, dessa vez em São Franciso, São Paulo. Em um intervalo de 3 dias, mãe, pai e filha morreram por complicações da doença. Ana Pires da Silva, de 72 anos, precisou enterrar três membros da família.

PUBLICIDADE


Para a aposentada, a Covid-19 é “uma doença que destrói a família”. Em um intervalo de três dias, ela perdeu o irmão, a cunhada e a sobrinha. Uma segunda sobrinha também se infectou mas conseguiu se recuperar depois de apresentar sintomas moderados.

A família não morava junto, mas por serem de uma cidade pequena se encontravam com frequência, explica Ana Pires. Ela conta que a sobrinha, Antonia Faez, 58 anos, era funcionária da prefeitura. A família acredita que ela tenha se contaminado primeiro.

A tia acredita que Antonia tenha contaminado os demais membros da família durante o período em que estava assintomática. Os quatro procuraram a unidade de saúde da região, mas Antonia e os pais tiveram uma piora do quadro muito rapidamente.

PUBLICIDADE


A sobrinha foi a primeira a ser internada, logo seguida pelos pais Antônio Pires, de 81 anos, e Ana Angélica, de 78 anos. A família ficou ficou internada por cerca de 30 dias na Santa Casa de Jales, onde precisaram de entubação.

A mãe foi a primeira a morrer, seguida pela filha e então o marido. “Foi um pesadelo que durou 30 dias“, conta Ana Pires. Daqui para frente, a aposentada afirma que vai usar a fé para seguir a vida.

PUBLICIDADE


Autor