PUBLICIDADE


Menina de 5 anos se tornou a mãe mais novo do mundo; ela engravidou após ser abusada

O caso até hoje choca pessoas do mundo todo e serve de alerta para que as autoridades sejam mais atentas ao problema.

A menina de 10 anos que engravidou após ser abusada e passou por um aborto chocou o país inteiro, mas infelizmente esse foi só um dos muitos casos, pois, no Brasil, cerca de quatro meninas até 13 anos de idade são abusadas a cada hora, segundo dados de pesquisas recentes.

PUBLICIDADE


O território brasileiro não é o único a enfrentar esse problema, muito pelo contrário, o abuso de menores continua acontecendo por todo o mundo há tempos. Prova disso é que, em 1939, foi registrado o caso da menina mais nova que engravidou após os abusos.

Lina Medina morava na província de Castrovirreyna, no Peru, e tinha apenas 5 anos de idade quando engravidou. Na época, a família até pensou que ela estivesse com um tumor no estômago, já que o “inchaço” ia aumentando a cada dia, então ela foi levada ao médico e a verdade veio à tona.

A criança estava no sétimo mês de gestação e vários médicos a avaliaram para ter certeza disso, pois eles não conseguiam acreditar no que estavam vendo. O caso ganhou repercussão nacional e um estúdio do cinema dos Estados Unidos foi até a região em questão oferecendo uma boa quantia para fazer um documentário com a criança.

PUBLICIDADE


Até hoje, ninguém sabe quem é o verdadeiro culpado, mas na época o pai dela acabou sendo apontado como autor dos abusos e foi preso. Porém depois acabou sendo solto, pois ele alegava ser inocente e disse que a menina morava com a mãe e os irmãos.

PUBLICIDADE


O nascimento do bebê foi através de uma cesariana e acabou sendo criado como um irmão dela, só depois de muitos anos é que seu filho ficou sabendo de tudo. Aos 38 anos, ela casou e teve um novo filho, indo morar na periferia de Lima e nunca quis comentar sobre sua triste história.

Autor