PUBLICIDADE


Ministério Público de São Paulo denuncia Felipe Prior por estupro, ex-BBB foi denunciado por 3 casos

Antes da decisão do Ministério Público de São Paulo, a 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São Paulo havia encerrado o inquérito policial sem que Prior fosse indiciado.

Felipe foi um dos participantes da última edição do programa da Rede Globo, Big Brother Brasil, e fez muito sucesso por sua participação no famoso reality show. No entanto, também chamou a atenção porque casos de denúncia de estupro acabaram se tornando públicos.

PUBLICIDADE


Ainda em março, no dia 17, a advogada Maíra Pinheiro, que representa as três mulheres, deu entrada com uma notícia crime no Departamento de Inquéritos do Fórum Central Criminal. Naquela ocasião, o MP pediu para que fosse aberto um inquérito.

De acordo com a advogada, uma mulher viu o comercial anunciando a participação de Prior no reality e usou o Twitter para comentar que ele havia sido proibido de participar dos jogos universitários por denúncias de assédio.

Depois disso, essa mulher foi procurada por duas outras que afirmam ter sido abusadas por Prior. A mulher que fez a publicação então colocou as duas em contato e elas procuraram as advogadas Juliana Valente e Maíra Pinheiro.

PUBLICIDADE


As profissionais então acabaram encontrando a terceira vítima quando investigaram as denúncias de assédio feitas contra o ex-BBB na InterFau – uma espécie de Olimpíada Universitária entre estudantes dos cursos de arquitetura e urbanismo.

Antes da decisão do Ministério Público, a 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São Paulo havia encerrado o inquérito policial sem que Prior fosse indiciado. A decisão do MPSP é assinada pelos promotores Danilo Romão e Fernanda Moreti e diz respeito a apenas uma das denúncias.

PUBLICIDADE


As outras denúncias relatam casos que supostamente aconteceram em outros municípios e, por isso, foram encaminhadas para promotores locais, que vão decidir se o ex-BBB será denunciado ou não. A denúncia está na 7ª Vara Criminal da Barra Funda e seguirá em sigilo.

Autor