PUBLICIDADE


Moradores de rua em SP morrem após comer marmitas distribuídas; um cachorro também morreu

Câmeras de segurança registraram o momento em que dois carros distribuíram as marmitas.

Duas pessoas morreram após comer marmitas que foram distribuídas a moradores de rua. O caso está sendo investigado e a polícia já sabe que um homem distribuiu as marmitas em Itapevi, na Grande São Paulo.

PUBLICIDADE


Existe a suspeita de que as marmitas estavam envenenadas, inclusive um dos moradores de rua pegou uma das marmitas que recebeu e entregou a outra pessoa que passava pelo local.

Esse homem levou a marmita para casa e dividiu com uma jovem de 17 anos e também com uma criança de 11 anos. Logo após ingerirem o alimento, começaram a passar mal, tiveram ânsia de vômito e foram levadas para o hospital. Elas seguem internadas e não há previsão de alta.

Um cachorro que chegou a comer da marmita também passou mal e morreu. Os moradores de rua já foram identificados, sendo que um tem 65 anos de idade e o outro 37. Eles chegaram a ser socorridos e encaminhados para o Pronto Socorro Central de Itapevi, mas não resistiram e foram a óbito.

PUBLICIDADE


O mais velho se chamava José Araújo Conceição e há cerca de cinco anos adotou as ruas de Itapevi como sua ‘casa’. Ele era conhecido pelos moradores na região onde recebeu a marmita envenenada e sempre recebia ajuda, como alimento, roupas e cobertores.

Câmeras de segurança de um posto de combustíveis registraram o momento em que dois carros chegaram ao local e distribuíram as marmitas, agora a polícia tenta identificar os veículos.

PUBLICIDADE


Igor Soares, prefeito de Itapevi, disse que a prefeitura irá fazer de tudo para que os criminosos sejam encontrados e punidos.

 

Autor