PUBLICIDADE

Mulher branca aponta arma contra família negra em estacionamento e reacende conflitos raciais nos Estados Unidos

Após discussão, família negra é ameaçada por uma mulher branca de arma. Filha do casal resolve gravar a ameaça e vídeo viraliza nas redes sociais, acendendo debates raciais nos EUA.

Há semanas, manifestações antirracistas têm tomado as ruas de várias regiões dos Estados Unidos. As relações raciais e o racismo estrutural do país têm sido alvo de grandes protestos e tudo ganhou força depois da morte de George Floyd.

PUBLICIDADE

O homem negro foi morto por um policial branco depois de sofrer estrangulamento por cerca de 8 minutos ininterruptos, mesmo depois de já estar completamente dominado e algemado. O policial em questão vai enfrentar indiciamento por homicídio.

Agora, um novo caso tem dominado as redes sociais, depois que uma família negra foi ameaçada com uma arma por uma mulher branca. O vídeo já foi reproduzido mais de 12 milhões de vezes e tem reacendido a discussão sobre racismo no país.

De acordo com o depoimento de Makayla Green, de 15 anos, a mulher e ela teriam se esbarrado na entrada de um estabelecimento. Incomodada com o encontrão, ela disse “com licença” para a mulher, o que teria sido suficiente para que uma discussão começasse.

PUBLICIDADE

Takelia Hill diz que a filha correu na sua direção quando começou a discutir com a mulher. A discussão seguiu para onde fica o estacionamento do local, quando Takelia exigiu que a mulher se desculpasse com sua filha, mas ela se negou a fazer isso.

Mesmo sabendo que estava sendo filmada, ela afirmava que estava tendo seu espaço pessoal invadido e se recusou a pedir desculpas. Enquanto filmava a ação, Takelia pedia que alguém anotasse a placa do carro.

PUBLICIDADE

https://twitter.com/makaysmith10/status/1278490110368120838?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1278490110368120838%7Ctwgr%5E&ref_url=https%3A%2F%2Fg1.globo.com%2Fmundo%2Fnoticia%2F2020%2F07%2F02%2Fmulher-branca-aponta-arma-para-familia-negra-nos-eua-veja-video.ghtml

Depois de entrar no carro, a mulher ainda continuou com a discussão e afirmou que “ninguém é racista”. A mulher estava com um homem no carro, que dirigia o veículo. Enquanto tentavam sair do estacionamento, Takelia Hill, que estava atrás do carro, bateu no vidro traseiro. Nesse momento, a mulher saiu do carro com uma arma na mão apontando contra Makayla e Takelia.

A mulher exigia que Takelia saísse da traseira do carro e manteve a arma apontada na direção da família por cerca de 40 segundos. Hill fez um desabafo nas redes sociais explicando que se sentiu impotente ao ter uma arma apontada não apenas contra ela, mas contra sua filha, e na presença de suas outras duas filhas.

 

PUBLICIDADE

Autor