PUBLICIDADE

Mulher morre fazendo algo que muitos realizam de maneira diária; atenção nunca é demais

Ela não resistiu.

Neste sábado, dia 6 de março, foi anunciada a morte de uma mulher que acabou falecendo por uma atitude muito comum que certamente você já deve ter feito ou conhece pessoas que fazem. Sua morte foi causada por um acidente durante um treino de cross fit. O caso ocorreu na região de Linhares, no Espírito Santo.

PUBLICIDADE

Duda Vervloet, tinha 47 anos de idade, e não resistiu ao sofrer uma queda e ter lesionado a sua coluna durante a execução de um movimento. Com a queda, ela foi rapidamente socorrida e levada para uma unidade de saúde às pressas.

No hospital, chegou a ficar mais de 10 dias internada, lutando por sua vida. Seu estado de saúde era grave e ela precisou passar por uma cirurgia na região de sua coluna.

Testemunhas informaram que ela realizava um exercício conhecido como ‘pistola encontrada’, sendo um agachamento que é realizado com duas pernas e o corpo fica em uma posição semelhante ao de uma pistola. Geralmente, são utilizadas duas caixas para auxiliar na prática do exercício. Mas, Duda, acabou utilizando apenas uma e ao despencar, o corpo ficou sem apoio necessário e caiu, causando a lesão.

PUBLICIDADE

Duda era dona de casa e costumava ajudar suas filhas no salão de beleza da família. As duas, Jéssica e Talita, estão arrasadas com a partida precoce e inesperada da mãe.

O velório e o sepultamento ocorreu neste domingo, dia 7 de março, no Cemitério São José.

PUBLICIDADE

Autor