PUBLICIDADE


Mulher recuperada da Covid-19 é reinfectada pelo coronavírus e causa preocupação no mundo todo

Aos 24 anos, a técnica de enfermagem enfrentou a Covid-19 em maio e cerca de um mês depois estava com a doença novamente.

Um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto fez um alerta para o mundo todo ao confirmar que é possível se reinfectar pelo novo coronavírus (Sasrs-CoV-2). É que os pesquisadores identificaram uma mulher que testou positivo duas vezes para a doença.

PUBLICIDADE


A técnica de enfermagem tem 24 anos e em um intervalo de 50 dias foi infectada duas vezes. Esse é um caso que deixa o mundo todo preocupado, inclusive o estudo mostra que o mesmo “traz implicações clínicas e epidemiológicas” que deverão ser muito bem analisadas pelos cientistas.

Foi a assessoria do Hospital das Clínicas que divulgou esse estudo nesta última quarta-feira (05), informando ainda que a técnica de enfermagem está se queixando de sinusite e também tem sentido muita dor de cabeça após ser infectada pela segunda vez.

No início de maio, ela foi infectada pela primeira vez após ter contato com um colega de trabalho que estava com a Covid-19 e dois dias depois já apresentou os sintomas da doença. Cerca de 50 dias após ela novamente foi infectada e isto mostra que as pessoas poderão ter a doença mais de uma vez.

PUBLICIDADE


Cientistas do mundo inteiro estão fazendo pesquisas justamente neste sentido, para tentarem descobrir se o coronavírus infecta a pessoa mais de uma vez. O caso desta mulher certamente será analisado, mas ainda há diversas perguntas sem respostas.

E como ainda tem muito a ser esclarecido, a recomendação para todos, inclusive para quem já foi infectado, é de se cuidar ao máximo, evitando aglomerações, ficando em casa e, quando sair, usar máscara e manter distância das outras pessoas, tomando ainda todo cuidado para não levar as mãos ao rosto.

PUBLICIDADE


Autor