Na batalha contra a COVID-19, sertanejo Cauan chora e confessa que teve medo de morrer

Cauan recebeu alta da UTI, mas continua internado na luta contra a COVID-19.

ANÚNCIOS

O Brasil inteiro acompanha a evolução clínica do sertanejo Cauan, que está travando uma árdua batalha contra os sintomas da COVID-19, desde que foi admitido em um hospital de Goiânia, no dia 12 de agosto, com sério comprometimento de suas funções pulmonares.

A doença que já levou mais de 115 mil brasileiros ao óbito, atingiu também os pais de Cauan, que continuam internados no mesmo hospital que o filho.

O cantor que faz dupla com Cleber, ficou em estado grave por vários dias, com cerca de 75% de comprometimento das funções pulmonares.

ANÚNCIOS

Por conta da gravidade, ele foi transferido para a UTI do Hospital Anis Rassi, em Goiânia, onde permaneceu até a última segunda-feira, dia 24 de agosto.

Na manhã desta terça-feira (25), ele foi entrevistado ao vivo por Fátima Bernardes no programa “Encontro”, onde confessou que ‘zombou’ da doença e fez de tudo para não procurar um médico.

Cauan disse que tentava puxar o ar, mas o oxigênio não vinha e como não queria dar o braço a torcer, acabou procurando ajuda médica tardia.

Cauan disse ainda que passou por momentos difíceis, que chegou a pensar que a morte seria até ‘mais vantagem’, ele então admite que sentiu muito medo.

Nesse momento, o cantor foi às lágrimas e disse que a fase difícil o ajudou a dar valor às pessoas que ama, como seus filhos, por exemplo.

ANÚNCIOS

Cauan chora aps sair da UTI por coronavrus Enfermeiros

Abaixo, foto de Cauan no telão do “Encontro com Fátima Bernardes”.

Cauan sobre medo que sentiu da Covid Pensava que se morresse era

Assista ao vídeo:

 

Millena Carvalho

Estudante de Letras, apaixonada pela vida e pela arte. Comprometida com a seriedade em repassar informações verídicas e que enriqueça o conhecimento de nossos leitores.