in

Niterói se torna a primeira cidade do estado do Rio a decretar ‘lockdown’ contra o coronavirus

Niterói (RJ) segue na frente no combate ao coronavírus, a exemplo de São Luís, no Maranhão, a cidade decretou “lockdown” – que é um termo popular para o bloqueio total. Isso significa que, enquanto durar o decreto, o trânsito de pessoas em vias públicas é proibido. Entre os dias 11 e 15 de maio, quem for pego andando na rua sem motivo será multado.

A medida foi uma proposta da prefeitura enviada a Câmara dos Vereadores, onde foi aprovada e seguiu para a sanção do prefeito Rodrigo Neves (PDT). A ideia agora é espalhar a informação de que o novo decreto passa a valer a partir de segunda-feira (11). Mas como isso realmente funciona na prática? O bloqueio total, ou lockdown, é a versão mais radical de isolamento social.

A partir da determinação de bloqueio total, nenhuma atividade ao ar livre é permitida. O morador tem permissão para sair em três exceções: ir em uma unidade de saúde, mercado ou farmácia (inclui-se outros comércios essenciais). O que muda na prática? Caminhadas, corridas, pedaladas e qualquer permanência na rua, que não seja justificado, poderá ser penalizado com multa. Trabalhadores de serviços essenciais também estão autorizados a circular em função do trabalho.

Em Niterói, a multa pode chegar a R$180 em caso de descumprimento e quem aplicará as infrações é a guarda-municipal. O decreto prevê que pessoas em situação de rua não poderão ser multadas por estarem em via pública. Os valores arrecadados com multas será obrigatoriamente direcionado para a área da saúde.

Ao Uol, a prefeitura de Niterói confirmou que o principal objetivo é alcançar novamente a taxa de 70% de isolamento, que foi alcançada logo no começo da pandemia. A cidade é a terceira com maior número de casos no estado e vem tomando medidas rigorosas no combate a doença. Também em entrevista, a prefeitura descartou qualquer possibilidade de fechar os serviços essenciais.

Escrito por Roberta Reis

Procuro dar preferência a redação de notícias políticas, sociais, curiosidades, casos inusitados e notícias positivas.

Navio petroleiro afunda na Baía de Guanabara, Marinha descarta poluição ou feridos

Niterói comemora 800 pacientes recuperados de corona vírus e anuncia reabertura