PUBLICIDADE


Nove pessoas e uma criança morrem durante partida de futebol, ao serem atingidas por um raio

A região é atingida por grande quantidade de raios nesta época do ano, causando sempre várias mortes.

Nesta última quinta-feira (27), na cidade de Arua, em Uganda, nove jovens e uma criança morreram ao serem atingidas por um raio. Eles estavam jogando futebol em um campo e todos ficaram desesperados, mas infelizmente nada pode ser feito para salvá-los.

PUBLICIDADE


Nove pessoas morreram no momento em que foram atingidas pelo raio, mas uma ficou gravemente ferida e chegou a ser levada para o hospital mais próximo. Essa acabou não resistindo e veio a óbito.

Os jovens que morreram tinham idade média de 15 anos e os familiares ficaram arrasados. A criança tinha somente 11 anos de idade e também não resistiu. Quatro adolescentes que foram atingidos conseguiram sobreviver, porém estão internados e não há previsão de quando receberão alta hospitalar.

No país africano as mortes por raios se tornaram comuns nesta época do ano e, mesmo sabendo disso, muitas pessoas continuam se arriscando. As autoridades pedem insistentemente que ao menor sinal de que um temporal está se aproximando, todos devem procurar abrigo em locais seguros. Entretanto, muitos não respeitam estas recomendações.

PUBLICIDADE


Ainda há relatos de crianças sentadas em carteiras de metal em escolas que acabam morrendo por causa dos raios. Há uma campanha para que essas carteiras sejam trocadas por outras de madeiras, mas sem previsão de quando tal ação será feita.

Em Uganda são pouquíssimos os colégios que têm para-raios. Especialistas explicaram que se a região aumentar o número de para-raios, conseguiria reduzir o número de mortos e feridos nos próximos anos. Contudo, o governo não anunciou se pretende investir nesta solução.

PUBLICIDADE


 

Autor