PUBLICIDADE

O Brasil está morrendo asfixiado, foram 2.286 mortes por Covid-19 em 24 horas

O sistema de saúde está entrando em colapso.

Nesta quarta-feira (10, o Brasil registrou em apenas 24 horas 2.286 mortes causadas pela Covid-19, é o décimo quinto dia consecutivo de recorde na média móvel de óbitos.

PUBLICIDADE

Para que você possa entender melhor a dimensão desta catástrofe, um avião operado nos voos nacionais em nosso país tem a capacidade de levar 186 passageiros, ou seja, é como se tivesse acontecido a queda de cerca de 12 aviões lotados, sem sobreviventes em apenas 24 horas.

Seria desastre aéreo a cada duas horas ceifando a vida de 186 pessoas de uma só vez. Estamos no pior momento da pandemia da Covid-19 em nosso país, não temos vacinas para imunizar a população, não há leitos de enfermaria e UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) disponíveis na maioria dos hospitais dos grandes centros urbanos do Brasil.

A sensação de impotência e abandono da população pelo poder público é gritante, o governo federal preferiu fazer piadas ao invés de tratar a pandemia com a gravidade que ela representa.

PUBLICIDADE

O Brasil já é o segundo país no mundo com o maior número de mortes causadas pela Covid-19 e está atrás somente dos Estados Unidos. Porém, é preciso destacar que a vacinação nos EUA está muito a frente da nossa e por isso o Brasil pode se tornar o recordista de mortes pela Covid-19.

A situação é tão grave que o Brasil passou a ser considerado um risco sanitário para o resto do mundo. Em 24 horas o Conass registrou mais 79.876 novos casos de Covid-19 no país que bateu o triste número de 270 mil vidas perdidas por causa SarsCovi-2/Covid-19.

PUBLICIDADE

 

Autor