Olavo de Carvalho chama parcela de bolsonaristas de ‘psicóticos’ e afirma: ‘com Lula havia mais liberdade’

O autor, que é defensor do governo Bolsonaro, tem se estranhado com parte do eleitorado do presidente nas redes sociais.

ANÚNCIOS

Olavo de Carvalho se tornou uma espécie de guru do presidente Jair Bolsonaro e já declarou diversas vezes seu apoio ao governo. No entanto, o clima entre Carvalho e uma parte dos eleitores do presidente acabou sofrendo golpes recentemente.

O atrito teria começado quando o autor foi alvo de denúncias por parte do grupo autointitulado “Sleeping Giants”. O perfil alega ser uma conta de ciberativismo contra a disseminação de discurso de ódio e notícias falsas.

A denúncia acabou gerando consequências financeiras para Olavo, já que a plataforma PayPal acabou suspendendo seu usuário. Olavo costumava usar o serviço para receber doações e também vender cursos na internet.

ANÚNCIOS

Olavo se refere ao grupo como “esquerdistas” e “neodireita”, alegando que os ataques se devem ao fato de que falta “capacidade para discutir”. As declarações foram dadas a Jovem Pan.

Pelas redes sociais, Olavo já havia comentado o caso e chegou a se direcionar a uma parcela de bolsonaristas que chama de “psicóticos”. O autor afirma que falta coerência a essa ala, da qual nega fazer parte.

Em outra declaração delicada, que gerou repercussão especialmente entre eleitores do presidente Bolsonaro, Olavo declarou que havia “mais liberdade para os conservadores” durante o Governo Lula.

ANÚNCIOS

Olavo também cobra que Bolsonaro o defenda dos ataques que vem sofrendo. A Sleeping Giants, por exemplo, mobilizou uma campanha de desmonetização que foi capaz de encerrar a conta de Olavo na plataforma PayPal, o que teria dado início a todo o atrito.

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.