PUBLICIDADE


Óleo e barbante: igreja que vendia cura da covid-19 passa a ser investigada

A Igreja já havia sido investigada outra vez no começo do ano pela venda. Em abril, a Igreja estava vendendo o "kit" por 91 libras esterlinas (cerca de R$660).

A igreja The Kingdom, localizada no sul de Londres, está sendo investigada pela venda de uma suposta cura da covid-19. A igreja estava vendendo um vidro com óleo e barbante que supostamente manteria o vírus afastado.

PUBLICIDADE


A Igreja já havia sido investigada outra vez no começo do ano pela venda. Em abril, a Igreja estava vendendo o “kit” por 91 libras esterlinas (cerca de R$660), e foi alvo da Comissão de Caridade, que investiga casos que envolvem entidades não lucrativas.

Com a primeira investigação, a Igreja decidiu mudar o nome dos kits, mas não parou a venda. Por conta disso, a Instituição voltou a ser investigada agora. A nova investigação tenta descobrir se os dados fiscais disponibilizados pela igreja são reais.

Em comunicado, a Comissão esclareceu que vem recebendo denúncias e abriu investigação para garantir que a Instituição seja algo em que as pessoas “possam confiar”. A investigação ainda deve ser ampliada para outras áreas da igreja também.

PUBLICIDADE


Em sua defesa, o chefe da Igreja afirma que não pode “negar a verdade de que Deus cura”. O líder também afirma que não está preocupado com o rumo das investigações e que nunca usou recursos da igreja para enriquecimento próprio.

O líder ainda afirmou que vai continuar vendendo os “óleos de proteção divina”. As investigações devem checar as práticas financeiras da igreja e também averiguar a suposta venda da “cura da covid-19”. O caso tem sido acompanhado.

PUBLICIDADE


Autor