PUBLICIDADE


Padre Fábio de Melo causa polêmica ao defender união civil entre homossexuais; ele abriu o jogo e citou o Papa

O religioso resolveu abrir o jogo e dizer o que pensa sobre união homossexual.

Depois do Papa Francisco, agora foi a vez de padre Fábio de Melo dizer o que pensa da união homossexual. Para a surpresa de todos, o sacerdote se mostrou a favor. Ele estava em uma live com Marcus Montenegro quando comentou a respeito.

PUBLICIDADE


Padre Fábio lembrou que em 2013 foi duramente criticado pela ala conservadora da Igreja Católica por dizer que a união entre pessoas do mesmo sexo não se trata de uma questão religiosa, mas civil.

O religioso disse que não cabe a ele julgar e muito menos impor regras religiosas às pessoas, pois esta é uma questão do Estado. A declaração dele acabou causando polêmica nas redes sociais, inclusive entre católicos.

O sacerdote lembrou ainda que o Papa, quando ainda era arcebispo em Buenos Aires, já falava sobre esse assunto, destacando o acolhimento de casais homossexuais. Para ele, essa é uma questão que deve ser resolvida nas instâncias civis, sem impor regras aos fiéis.

PUBLICIDADE


Entretanto, o sacerdote deixou claro que isso não significa que em breve os padres passaram a celebrar casamentos de pessoas do mesmo sexo. Para ele, o importante é não misturar religião e Estado porque isso é sempre prejudicial para todos.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Marcus Montenegro-CEO (@montenegrotalentsoficial) em

PUBLICIDADE


Ainda na live, o religioso falou dos momentos difíceis que enfrentou nos últimos anos, chegou até a pensar em tirar a própria vida. Ele ainda acrescentou que tal fato aconteceu diversas vezes.

Autor