PUBLICIDADE


Padre Robson toma decisão polêmica após receber críticas dos fiéis em seu perfil nas redes sociais

O religioso está sendo investigado pelo Ministério Público de Goiás por supostas irregularidades na Afipe.

Desde a última sexta-feira (21) que católicos de todo o Brasil estão se mostrando surpresos e decepcionados com a notícia de que padre Robson de Oliveira está sendo investigado pelo Ministério Público de Goiás.

PUBLICIDADE


O MP-GO está realizando uma operação para investigar supostos desvios de doações que os fiéis fizeram à Afipe – Associação Filhos do Pai Eterno -, sendo que o padre Robson é o fundador e também presidente da associação, além de ser o reitor da basílica em Trindade.

Diversos fiéis foram até os perfis do padre nas redes sociais para deixar comentários falando a respeito desta operação. Alguns criticaram o sacerdote e muitos deixaram mensagens perguntando se tudo isso é verdade e se ele realmente desviou dinheiro da Afipe.

Com mais de 700 mil seguidores, padre Robson decidiu limitar os comentários em suas postagens nas redes sociais, neste sábado (22), assim os fiéis não estão podendo questioná-lo sobre a polêmica em que está envolvido.

PUBLICIDADE


Os advogados de padre Robson estiveram em uma coletiva de imprensa ontem (21) e disseram que o religioso está muito chateado com tudo isso, mas segue tranquilo e acreditando que a verdade prevalecerá. Ainda segundo os advogados, ele se colocou totalmente à disposição do Ministério Público para esclarecer todas as dúvidas e colaborar com as investigações.

PUBLICIDADE


Ontem mesmo padre Robson pediu afastamento de suas funções, e não há previsão de quando ele retornará ao Santuário Basílica de Trindade nem à Afipe. Fiéis de todo país estão arrasados com o ocorrido e muitos não sabem o que pensar ainda a respeito de tudo isso que está acontecendo.

Autor